Tenho interesse em

mostrar menos

Entre em contato

(62) 98156-4976

Busca de Imóveis

8 curiosidades sobre o Setor Jaó que talvez você não conheça

18 de abril de 2018

Notícias / Curiosidades

8 curiosidades sobre o Setor Jaó que talvez você não conheça

O Setor Jaó, bairro nobre da capital goianiense, possui diversas histórias "secretas" e muito interessantes!

por Curta Mais

28/01/2017 às 13:08:24 - Atualizado em 26/07/2017 às 09:13:55

Apoio cultural: Bretas

 

O Setor Jaó, bairro nobre da capital goianiense, possui diversas histórias pouco conhecidas e alguns fatos que ainda não foram totalmente esclarecidos. O pouco que se sabe já mostra o quanto esta região da Goiânia é rica em cultura e vale a pena saber um pouco mais sobre ele. Confira abaixo algumas curiosidades:

 

1. A planta urbanística do setor foi desenhada por prisioneiros alemães
Com o final da Segunda Guerra Mundial, cerca de 50 prisioneiros alemães vieram da Inglaterra para se refugiar em Goiânia. A história deixa dúvidas se eram prisioneiros ou criminosos, mas é fato que foram eles quem desenharam a planta do setor Jaó. O projeto teria sido assinado pelo engenheiro Tristão Pereira da Fonsenca já que os estrangeiros não tinham registro no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea).

2. O nome 'Jaó' veio de um pássaro do cerrado
Não foi por causa do clube nem devido à represa do bairro, o nome veio mesmo de um pássaro típico do cerrado. Eles se aglomeravam pelo bairro, principalmente às margens do lago.

3. As formas e nomes das ruas e avenidas seguiram o "padrão germânico"
As ruas e avenidas super largas, com curvas e imensas áreas verdes vêm lá da gringa. Os nomes das ruas também têm inspiração europeia, com as iniciais de todos os logradouros com "J" de Jaó, pois é costume dos alemães não nomear os endereços. Assim era com os submarinos da 2ª Guerra.

4. A represa do Jaó seria utilizada como base para hidroaviões
Esta foi uma sugestão do arquiteto e urbanista Atílio Corrêa Lima, já que a prática era comum na época e o transporte terrestre era ruim.

5. O setor abrigou a primeira usina hidrelétrica de Goiânia, em 1935, a 'Usina Jaó'
A construção começou em 1935 e foi inaugurada em 1938. Após sete anos, o equipamento foi danificado com as chuvas e Goiânia ficou sem energia elétrica por algum tempo. A edificação da usina hoje está completamente abandonada.

6. A Avenida Belo Horizonte e alameda Pampulha são homenagens ao estado mineiro, e não apenas uma 'coincidência'
Magalhães Pinto foi o responsável por trazer os alemães para Goiânia antes de se tornar Governador de Minas Gerais. O banqueiro fez questão de homenagear a sua terra natal e solicitou que fosse incluído no projeto do setor ruas batizadas com nomes que se referissem ao estado mineiro: Belo Horizonte e Pampulha.

7. A Praça J-30 recebeu o nome de um dos prisioneiros alemães
O alemão Paulo Otto Boettcher estabeleceu moradia em Goiânia e montou uma churrascaria na Avenida Venerando de Freitas Borges, logo na entrada do setor. Em 1992, a Praça J-30 foi renomeada para 'Paulo Otto Boettcher'

8. Apesar de pequeno, o Setor Jaó conta com muita área verde!
O Parque Beija Flor fica entre a Avenida Venerando de Freitas Borges e a Rua J-22; ele ocupa uma área total de 35.041,42 m². Entre as Avenidas Venerando de Freitas, Liberdade e Belo Horizonte e Rua J-10O está o Parque Municipal Liberdade; a unidade de conservação ocupa uma área de 10.115 metros quadrados.

Fonte: http://www.curtamais.com.br/goiania/8-curiosidades-sobre-o-setor-jao-que-talvez-voce-nao-conheca